Capa do livro

Macau

Ícone de premiado
Oceanos 2004 · 1º lugar
Paulo Henriques Britto
twitter logo facebook logo linkedin logo

Sobre o livro

A subjetividade é um porto de não é fácil se desprender, mesmo para aqueles que se lançam à descoberta de novas paragens - tais como Macau, lugar ao mesmo tempo estrangeiro e familiar. O trabalho poético de Paulo Henriques Britto, indissociável do ritmo diário, obedece menos à inspiração, mais à oficina e ao suor. Essa necessidade orgânica do ato criativo denota um impulso de, por meio da subjetividade, arranhar a opacidade das coisas, atendendo ao incômodo - mas inescapável - impulso de endereçar ao mundo uma carta íntima.

Páginas

80

Editora

Companhia das Letras

Como associado da Amazon, Livros Premiados recebe por compras qualificadas.

Outros premiados na categoria Romance literário

Outros premiados em 2004