Capa do livro

Barco a seco

Ícone de premiado
Jabuti 2002 · Romance
Rubens Figueiredo
twitter logo facebook logo linkedin logo

Sobre o livro

Com uma prosa enérgica e turbulenta, mas também reflexiva, Rubens Figueiredo narra uma história em que o gosto pelo lucro se torna incompatível com o desejo de pacificação interior.Expulso da família pobre com que vivia, um órfão tira partido de circunstâncias incomuns para melhorar de vida. Guardando segredo da sua origem, torna-se perito em arte. Especializa-se num pintor cuja vida e morte são obscuras e cujos quadros, feitos sobre pedaços de barcos e tampas de caixa de charuto, retratam o mar de forma obsessiva. O perito luta para reconstituir a face genuína do pintor, embora saiba que sua reputação vulgar gera lucros maiores. Igualmente fascinado pelo mar, e também às voltas com um passado que permanece na sombra, o perito resiste ao impulso que ameaça fundir sua imagem à do pintor.O passado e o mar, a traição inevitável, a face destrutiva do conhecimento, a guerra entre filhos e pais são temas que percorrem este romance contundente, nutrido por conflitos que o próprio narrador, em vez de refugar, desafia e chama para si. Prêmio Jabuti 2002 de Melhor Romance

Páginas

192

Editora

Companhia das Letras

Como associado da Amazon, Livros Premiados recebe por compras qualificadas.

Outros premiados na categoria Romance Literário

Outros premiados em 2002